Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cem Anos de Música

Cem Anos de Música

Índice Cem Anos de Música

 

19022192_gFlVN.jpeg

Cem Anos de Música.jpg
 

Índice Geral Home 

 

CEM ANOS DE MÚSICA
Apresentação 

 

001.
A FELICIDADE (1959)
Antônio Carlos Jobim e Vinícius de Moraes


002.
A NOITE DO MEU BEM (1959)
Dolores Duran

003.
A VOZ DO MORRO (1955)
Zé Kéti

004.
ACALANTO (1957)
Dorival Caymmi

005.
ADMIRÁVEL GADO NOVO (1980)
Zé Ramalho

006.
ÁGUAS DE MARÇO (1972)
Antônio Carlos Jobim

007.
AI, QUE SAUDADE DA AMÉLIA (1942)
Ataulfo Alves e Mário Lago

008.
ALEGRIA, ALEGRIA (1967)
Caetano Veloso

009.
APESAR DE VOCÊ (1970)
Chico Buarque de Hollanda

010.
AQUARELA DO BRASIL (1939)
Ary Barroso

011.
AQUELE ABRAÇO (1969)
Gilberto Gil

012.
AS PASTORINHAS (1938) 

Noel Rosa e João de Barro

013.
AS ROSAS NÃO FALAM (1976)
Cartola


014.
ASA BRANCA (1947)
Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira


015.
AVE MARIA NO MORRO (1942)
Herivelto Martins


016.
AZUL DA COR DO MAR (1970)
Tim Maia


017.
BASTIDORES (1980)
Chico Buarque de Hollanda


018.
BRASIL (1988)
Cazuza, George Israel, Nilo Romero


019.
BRASIL PANDEIRO (1941)
Assis Valente


020.
BRASILEIRINHO (1949)
Valdir Azevedo e Pereira Costa

021.
BYE, BYE, BRASIL (1979)
Roberto Menescal e Chico Buarque

022.
CARINHOSO (1937)
Pixinguinha e João de Barro


023.
CHÃO DE ESTRELAS (1937)
Orestes Barbosa e Sílvio Caldas

024.
CHEGA DE SAUDADE (1958)
Antônio Carlos Jobim e Vinícius de Moraes

025.
CODINOME BEIJA-FLOR (1985)
Reinaldo Arias e Cazuza

026.
COMEÇAR DE NOVO (1979)
Ivan Lins e Vítor Martins

027.
COMO NOSSOS PAIS (1976)
Belchior

028.
COMO UMA ONDA (Zen Surfismo) (1982)
Lulu Santos e Nélson Motta

029.
CONSTRUÇÃO (1971)
Chico Buarque de Hollanda

030.
CORAÇÃO DE ESTUDANTE (1983)
Mílton Nascimento e Wagner Tiso

031.
CORAÇÃO LEVIANO (1978)
Paulinho da Viola

032.
DESAFINADO (1959)
Antônio Carlos Jobim e Newton Mendonça

033.
DETALHES (1971)
Roberto Carlos e Erasmo Carlos

034.
DISPARADA (1966)
Théo de Barros e Geraldo Vandré

035.
DOIS PRA LÁ, DOIS PRA CÁ (1974)
João Bosco e Aldir Blanc

036.
DOMINGO NO PARQUE (1967)
Gilberto Gil

037.
É (1986)
Luiz Gonzaga Jr.

038.
EMOÇÕES (1981)
Roberto Carlos e Erasmo Carlos

039.
EU E A BRISA (1967)
Johnny Alf

040.
EU SEI QUE VOU TE AMAR (1959)
Antônio Carlos Jobim e Vinícius de Moraes

041.
EU SONHEI QUE TU ESTAVAS TÃO LINDA (1941)
Lamartine Babo e Francisco Matoso

042.
EXPLODE CORAÇÃO (1979)
Luiz Gonzaga Jr.

043.
FALSA BAIANA (1944)
Geraldo Pereira

044.
FEITIÇO DA VILA (1934)
Noel Rosa e Vadico

045.
FEITIO DE ORAÇÃO (1933)
Noel Rosa e Vadico

046.
FERA FERIDA (1982)
Roberto Carlos e Erasmo Carlos

047.
FLOR-DE-LIS (1976)
Djavan

048.
FOI UM RIO QUE PASSOU EM MINHA VIDA (1970)
Paulinho da Viola

049.
FORÇA ESTRANHA (1978)
Caetano Veloso

050.
GAROTA DE IPANEMA (1963)
Antônio Carlos Jobim e Vinícius de Moraes

051.
GĪTĀ (1974)
Raul Seixas e Paulo Coelho

052.
INSENSATEZ (1961)
Antônio Carlos Jobim e Vinícius de Moraes

053.
JESUS CRISTO (1970)
Roberto Carlos e Erasmo Carlos

054.
LANTERNA DOS AFOGADOS (1989)
Herbert Vianna

055.
LEVA MEU SAMBA (MENSAGEIRO) (1941)
Ataulfo Alves

056.
LUAR DO SERTÃO (1914)
Catulo da Paixão Cearense

057.
MADALENA (1970)
Ivan Lins e Ronaldo Monteiro de Souza

058.
MANHÃ DE CARNAVAL (1959)
Luís Bonfá e Antônio Maria

059.
MANIA DE VOCÊ (1979)
Rita Lee e Roberto de Carvalho

060.
MARIA, MARIA (1978)
Mílton Nascimento e Fernando Brant

061.
MARINA (1947)
Dorival Caymmi

062.
MAS QUE NADA (1963)
Jorge Ben

063.
MÁSCARA NEGRA (1967)
Zé Kéti e Hildebrando Pereira Matos

064.
MEU BEM QUERER (1980)
Djavan

065.
MINHA NAMORADA (1965)
Carlos Lyra e Vinícius de Moraes

066.
NERVOS DE AÇO (1947)
Lupicínio Rodrigues

067.
NO RANCHO FUNDO (1931)
Ary Barroso e Lamartine Babo

068.
O BÊBADO E A EQUILIBRISTA (1979)
João Bosco e Aldir Blanc

069.
O QUE SERÁ (À FLOR DA TERRA) (1976)
Chico Buarque de Hollanda

070.
O TEMPO NÃO PARA (1988)
Cazuza e Arnaldo Brandão

071.
OCEANO (1989)
Djavan

072.
OLHOS NOS OLHOS (1976)
Chico Buarque de Hollanda

073.
OUÇA (1957)
Maysa

074.
PAIS E FILHOS (1989)
Renato Russo, Dado Villa-Lobos e Marcello Bonfá

075.
PAÍS TROPICAL (1969)
Jorge Ben

076.
PAPEL MARCHÊ (1984)
João Bosco e Capinam

077.
PELO TELEFONE (1917)
Donga e Mauro de Almeida

078.
PÉROLA NEGRA (1972)
Luiz Melodia

079.
PRECISO APRENDER A SER SÓ (1965)
Marcos Valle e Paulo Sérgio Valle

080.
QUE PAÍS É ESTE? (1987)
Renato Russo

081.
QUEM TE VIU QUEM TE VÊ (1966)
Chico Buarque de Hollanda

082.
RETRATO EM BRANCO E PRETO (1968)
Antônio Carlos Jobim e Chico Buarque

083.
RODA VIVA (1967)
Chico Buarque de Hollanda

084.
SABIÁ (1968)
Antônio Carlos Jobim e Chico Buarque

085.
SAMBA DO AVIÃO (1962)
Antônio Carlos Jobim

086.
SAMPA (1978)
Caetano Veloso

087.
SAUDADE DA BAHIA (1957)
Dorival Caymmi

088.
SE EU QUISER FALAR COM DEUS (1980)
Gilberto Gil

089.
SE TODOS FOSSEM IGUAIS A VOCÊ (1956)
Antônio Carlos Jobim e Vinícius de Moraes

090.
SE VOCÊ JURAR (1931)
Ismael Silva, Nilton Bastos e Francisco Alves

091.
SINAL FECHADO (1969)
Paulinho da Viola

092.
SÓ LOUCO (1956)
Dorival Caymmi

093.
TERRA (1978)
Caetano Veloso

094.
TICO-TICO NO FUBÁ (1931)
Zequinha de Abreu

095.
TRAVESSIA (1967)
Mílton Nascimento e Fernando Brant

096.
TREM DAS ONZE (1964)
Adoniran Barbosa

097.
TRISTEZA (1966)
Haroldo Lobo e Niltinho

098.
UPA, NEGUINHO (1965)
Edu Lobo e Gianfrancesco Guarnieri

099.
VAI PASSAR (1984)
Chico Buarque de Hollanda e Francis Hime


100.
WAVE (VOU TE CONTAR) (1967)
Antônio Carlos Jobim

Índice Geral Home

 

 

 

076. Papel Marchê (1984)

JOÃO BOSCO E CAPINAM
1984. Os astronautas Bruce McCandless e Robert Stewart são os primeiros homens a voar livremente no espaço. Vão até 100 metros da nave usando aparelhos de propulsão. Indira Gandhi é assassinada. Presos os ladrões da taça Jules Rimet. Confessam que a taça de ouro foi derretida e vendida por 26 milhões de cruzeiros. Amyr Klink cruza o Atlântico Sul, num barco a remo. O romantismo está de volta. Nada mais contagiante que o bolero de João Bosco e Capinam.

048. Foi Um Rio Que Passou em Minha Vida (1970)

PAULINHO DA VIOLA
1970. Brasil tricampeão do mundo! É tempo de contestação, novidades! "Dar bandeira", "cafona", "bicho-grilo" são palavras de uso corrente. Sargentelli é o rei do Ziriguidum com as mulatas “que não estão no mapa”. Portela desce a avenida em estado de graça. E um portelense dos mais ilustres cria sua obra-prima.

Bibliografia

Bibliografia.jpg

  Índice Cem Anos ◦ Índice Geral


01.

1000 Que Fizeram 100 Anos de Cinema ◦ Editora Três

02.

1000 Que Fizeram o Século 20 ◦ Editora Três

03.

A Canção no Tempo I ◦ Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello

04.

A Canção no Tempo II ◦ Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello

05.

A História da Bossa Nova ◦ Editora Caras

06.

Almanaque Abril 1992

07.

Almanaque Abril 1998

08.

Almanaque Abril 1999

09.

Brasil de Todas as Copas ◦ Editora Três

10. 
CEDOC ◦ Rede Globo de Televisão

11.

Coleção História da MPB ◦ Grandes Compositores ◦ Abril Cultural

12.
Coleção Nosso Século ◦ 7 Volumes ◦ Editora Abril

13.
Dicionário Biográfico Universal ◦ 4 Volumes ◦ Editora 3

14.
Enciclopédia da Música Popular Brasileira ◦ Editora Publifolha

15.
Enciclopédia de Cinema Cinemania Digital


16.
Enciclopédia Delta Larousse


17.
Enciclopédia Digital Encarta 1999


18.
Enciclopédia Digital Encarta 2000


19.
Folha de São Paulo ◦ Anos 80

20.

Folha de São Paulo ◦ Anos 90

21.
Guia de Cinema e Vídeos Blockbuster

22.
Histórias Que O Rádio Não Contou ◦ Reynaldo C. Tavares

23.
Jornal do Século XX – Jayme Brenner

24.
Milênio ◦ Os 100 fatos que mudaram o mundo ◦ Editora Abril

25.
Música Popular ◦ Do Gramofone ao Rádio e TV ◦ J. R. Tinhorão

26.
O Dia Em Que Você Nasceu ◦ Marcos Resende

27.
Oitenta Anos de Brasil ◦ Souza Cruz

28.

Rádio Nacional ◦ Luiz Carlos Saroldi e Sônia Moreira

29.
Teatro de Revistas ◦ Memórias sem Maquiagem ◦ Carlos Machado

30.

Telenovela ◦ Arquivos Rede Globo de Televisão

31.

Telenovela ◦ História e Produção ◦ R. Ortiz, S. Borelli, J. M. Ortiz

32.
Telenovela Brasileira ◦ Memória ◦ Ismael Fernandes
 

 Índice Cem Anos ◦ Índice Geral

 

 

Marcos Resende.jpg

 

Júri Oficial

 Cem Anos de Música.jpg

 Júri Oficial.jpg

Índice Cem Anos ◦ Índice Geral 


A Canção do Século

Aquarela do Brasil, de Ary Barroso
Intérprete: Gal Costa 


1º Lugar
Carinhoso, de Pixinguinha e João de Barro
Intérprete: Caetano Veloso. Participação de Jaques Morelenbaun

2º Lugar
Garota de Ipanema, de Antônio Carlos Jobim e Vinícius de Moraes
Intérprete: Djavan

3º Lugar
Asa Branca, de Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira
Intérpretes: Dominguinhos e Skank

4º Lugar
Águas de Março, de Antônio Carlos Jobim
Intérpretes: João Bosco e Daniela Mercury

5º Lugar
Chega de Saudade, de Antônio Carlos Jobim e Vinícius de Moraes
Intérprete: Paulinho da Viola


6º Lugar
As Rosas Não Falam, de Cartola
Intérprete: Ney Matogrosso

7º Lugar
Travessia, de Milton Nascimento e Fernando Brant
Intérpretes: Chitãozinho e Xororó


8º Lugar
Desafinado, de Antônio Carlos Jobim e Newton Mendonça
Intérprete: Ana Carolina

9º Lugar
Eu Sei Que Vou Te Amar, de Antônio C. Jobim e Vinícius de Moraes
Intérprete: Alexandre Pires

10º Lugar
Chão de Estrelas, de Orestes Barbosa e Sílvio Caldas
Intérprete: Daniel

11º Lugar
Se Todos Fossem Iguais a Você, de Tom Jobim e Vinícius de Moraes
Intérprete: Nana Caymmi


12º Lugar
Luar do Sertão, de Catulo da Paixão Cearense
Intérprete: Maria Bethânia


13º Lugar
Samba do Avião, de Antônio Carlos Jobim
Intérprete: Alcione

14º Lugar
Brasileirinho, de Valdir Azevedo e Pereira Costa
Intérpretes: Elza Soares e Baby Consuelo

15º Lugar
Retrato em Branco e Preto, de Antônio Carlos Jobim e Chico Buarque
Intérprete: Emílio Santiago


16º Lugar
O Que Será, de Chico Buarque de Hollanda
Intérpretes: Fagner e Elba Ramalho


17º Lugar
Saudade da Bahia, de Dorival Caymmi
Intérprete: Gilberto Gil

18º Lugar
Manhã de Carnaval, de Luiz Bonfá e Antônio Maria
Intérprete: Ed Motta

19º Lugar
No Rancho Fundo, de Ary Barroso e Lamartine Babo
Intérpretes: Milton Nascimento, Zezé Di Camargo e Luciano

20º Lugar
O Bêbado e A Equilibrista, de João Bosco e Aldyr Blanc
Intérprete: Zizi Possi


21º Lugar
Tico Tico no Fubá, de Zequinha de Abreu
Intérpretes: Armandinho, Paulo Moura e Gilson Peranzetta

22º Lugar
Feitiço da Vila, de Noel Rosa e Vadico
Intérpretes: Carlinhos Brown e Cauby Peixoto

23º Lugar
Feitio de Oração, de Noel Rosa e Vadico
Intérprete: Ivan Lins


24º Lugar
Marina, de Dorival Caymmi
Intérprete: Cidade Negra


25º Lugar
A Noite do Meu Bem, de Dolores Duran
Intérprete: Simone

26º Lugar
Foi um Rio que Passou em Minha Vida, de Paulinho da Viola 
Intérprete: Miltinho

27º Lugar
Aquele Abraço, de Gilberto Gil
Intérpretes: Lenine e Barão Vermelho

28º Lugar
Sampa, de Caetano Veloso
Intérpretes: Paulo Miklos e Cássia Eller

29º Lugar
Detalhes, de Roberto Carlos e Erasmo Carlos
Intérprete: Pedro Camargo Mariano

30º Lugar
Meu Bem Querer, de Djavan
Intérprete: Luiz Melodia

Índice Cem Anos ◦ Índice Geral

Júri Popular

Cem Anos de Música.jpg

 Júri Popular.jpg

 
Índice Cem Anos ◦ Índice Geral


1º Lugar

Garota de Ipanema, de Antônio Carlos Jobim e Vinícius de Moraes
Intérprete: Djavan

2º Lugar
Asa Branca, de Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira
Intérpretes: Dominguinhos e Skank

3º Lugar
Aquarela do Brasil, de Ary Barroso
Intérprete: Gal Costa

4º Lugar
Eu Sei Que Vou Te Amar, de Antônio C. Jobim e Vinícius de Moraes
Intérprete: Alexandre Pires


5º Lugar
Carinhoso, de Pixinguinha e João de Barro
Intérprete: Caetano Veloso. Participação de Jaques Morelenbaun


6º Lugar
Águas de Março, de Antônio Carlos Jobim
Intérpretes: João Bosco e Daniela Mercury


7º Lugar
As Rosas Não Falam, de Cartola
Intérprete: Ney Matogrosso

8º Lugar
Travessia, de Milton Nascimento e Fernando Brant
Intérpretes: Chitãozinho e Xororó

9º Lugar
Chega de Saudade, de Antônio Carlos Jobim e Vinícius de Moraes
Intérprete: Paulinho da Viola

10º Lugar
Desafinado, de Antônio Carlos Jobim e Newton Mendonça
Intérprete: Ana Carolina

Índice Cem Anos ◦ Índice Geral

063. Máscara Negra (1967)

ZÉ KETI E HILDEBRANDO PEREIRA MATOS
O carnaval de 67 teve um encanto especial: o país inteiro cantou pela primeira vez Máscara Negra, uma das marchas mais bonitas que já existiram. 67 é também o ano de Catherine Deneuve, deslumbrante em Belle de Jour. O romance Quarup, de Antônio Callado chega às livrarias. Janete Clair estréia na Globo. Sua primeira novela é Anastácia, a Mulher Sem Destino, com Leila Diniz e Henrique Martins. Um tremendo sucesso! O carnaval de 2000 está aí e Máscara Negra continua linda! Obrigado, Zé Keti!

073. Ouça (1957)

MAYSA
1957. Portinari pinta os paineis Guerra e Paz na sede da ONU em Nova Iorque. Pelé com 17 anos estreia na Seleção. Jogo no Maracanã. Argentina 2, Brasil 1: Pelé. O piloto argentino Juan Manuel Fangio é pela quinta vez Campeão Mundial de Automobilismo. Elvis Presley, o Rei da Juventude, é o grande ídolo da época. Aparecem as primeiras lambretas, e os primeiros playboys: óculos rayban. Cuidado, brotinhos! Em 57, uma de nossas maiores cantoras de todos os tempos compõe um samba-canção triste, bonito e... inesquecível.

072. Olhos nos Olhos (1976)

CHICO BUARQUE DE HOLLANDA
1976. A sonda espacial americana Viking I, após um ano de viagem desce no planeta Marte. Morre o ex-presidente Juscelino Kubitschek, vítima de acidente automobilístico na rodovia Presidente Dutra. A Academia Brasileira de Letras modifica seus estatutos e recebe com honras e glórias a escritora Raquel de Queiroz, a primeira imortal do belo sexo na Casa de Machado de Assis. E o poeta Chico Buarque, insuperável na arte de escrever canções para personagens femininas, faz Olhos nos Olhos.

071. Oceano (1989)

DJAVAN
1989. Cai o Muro de Berlim. Milhões comemoram nas ruas o fim do maior símbolo da Guerra Fria e do domínio soviético. Os alemães finalmente em paz vivem o sonho da unificação. Pinochet perde nas urnas. O democrata cristão Patrício Aylwin vence as primeiras eleições presidenciais do Chile desde o golpe do general Pinochet em 73. Fernando Collor, primeiro presidente eleito no Brasil desde 1960, frustra a esperança de 35 milhões de eleitores, sequestra o dinheiro do povo e é afastado por corrupção. Faca de Dois Gumes, de Murillo Sales, é o grande vencedor do Festival de Gramado, arrebatando 4 Kikitos. E Djavan conquista projeção internacional com uma nova canção.

Canções

  •  
  •  

    Marcos Resende