Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cem Anos de Música

Cem Anos de Música

024. Chega de Saudade (1958)

ANTÔNIO CARLOS JOBIM E VINÍCIUS DE MORAES
1958. Moscou. O premier Nikita Kruschev proíbe Bóris Pasternak de receber o Prêmio Nobel de Literatura pelo seu livro O Doutor JivagoMorre Pio XII — e uma fumaça branca anuncia ao mundo a escolha de João XXIII, o Papa da Paz. Em São Paulo, um rinoceronte, o Cacareco, é eleito vereador com 100 mil votos. Garrincha, Didi, Vavá, Pelé brilham na Suécia. Bellini ergue a Jules Rimet: Brasil, campeão do mundo! Em 58, uma gravação histórica da divina Elizeth marca o início de uma nova época na música popular: Chega de Saudade.

Canções

  •  
  •  

    Marcos Resende