Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cem Anos de Música

Cem Anos de Música

008. Alegria, Alegria (1967)

CAETANO VELOSO
1967. Caetano Veloso entra no palco, cercado de guitarras proibidas. Assim começa a aventura da liberdade sem limites: um poeta contra o vento. Apaixonadamente como Peri, exercendo sua magia. É proibido proibir. Vai usar todas as roupas, experimentar todas as co-res, investigar o fundo de cada vontade encoberta. Revelar o novo e lembrar o esquecido. A vida é amiga da arte, portanto, há de permanecer menino; infinitamente rindo o seu riso imenso. Poeta da genial canção, coração de eterno flerte, sem documento e sem lenço. 

Canções

  •  
  •  

    Marcos Resende